8 músicas que marcaram a história

Todo ano, um novo suposto fenômeno musical ganha horas de execução em rádios e gruda na cabeça. O problema é que, no ano seguinte, ele é substituído e, depois de dois anos, fica difícil até de lembrar uma parte da música que não seja o refrão. Outras canções marcaram para sempre a história, e não só musical, por ter aberto um novo capítulo na arte ou no comportamento. Veja abaixo oito músicas que influenciaram o mundo.

Greensleeves (séc. XVI)


A pintura “My Lady Greensleeves”, de Dante Gabriel Rossetti

Tem gente que acredita que a música é de autoria de Henrique VIII em homenagem a sua então amante Ana Bolena, outros dizem que é de Mozart. Mas a verdade é que há registros de que ela já existia cerca de 200 anos antes de o compositor austríaco ter nascido e sua origem real é desconhecida. Se hoje ela toca em caixinhas de música, no século XVI ela serviu de inspiração para Shakespeare (é citada na comédia As alegres comadres de Windsor), foi tema de quadro de Rosseti (séc. XIX) e aparece até na ópera Turandot (séc. XX), de Ferruccio Busoni. Influenciando artistas e movimentos há tantos anos, deixou sua marca na história.

Eroica – Beethoven (1804)
Seria possível fazer uma lista só com as sinfonias de Beethoven que marcaram a história. A mais conhecida e considerada um ícone da música erudita é a Nona Sinfonia. Mas a terceira, chamada também de Eroica, é tida como marco do início do período romântico pela renovação na música clássica que promoveu. Beethoven, envolvido com os ideais da Revolução Francesa de igualdade, fraternidade e justiça, chegou a dedicá-la a Napoleão Bonaparte, e a sinfonia virou um retrato da época. O seu segundo movimento (a sinfonia é dividida em quatro) é a conhecida “marcha fúnebre” que foi entoada, entre outros momentos, no enterro das vítimas do atentado na Olimpíada de Munique, em 1972.

Amazing Grace – John Newton (1779)

John Newton traficava escravos para a Inglaterra e para os EUA nos idos de 1750 quando o seu navio enfrentou uma grande tempestade. Por ter sobrevivido, ele se converteu ai cristianismo e passou a pregar como pastor. Baseado em seu passado de salvação, compôs Amazing Grace, que se tornou um hino cristão e uma das músicas mais regravadas da história. Apesar de ser inglês, foi da cultura americana que ela virou símbolo. Quem nunca viu um filme hollywoodiano, até daqueles de high school, com uma turma inteira cantando “Aaaamazing grace! Howwww sweet the sound…”. Mesmo se tornando um clichê, ainda faz parte do imaginário religioso e foi tocada em momentos históricos importantes, como nas homenagens às vítimas do 11 de Setembro.

Parabéns para você – Patricia e Mildred Smith Hill (1923)
Pode parecer ridículo para muita gente, mas Parabéns para Você (e sua versão original em inglês) é a música mais tocada do mundo e rende cerca de US$ 2 milhões por ano só com o direito autoral que é pago quando é executada em rádio e TV. Obrigatória em todo aniversário, e considere que todo mundo faz um por ano, ela tem certamente a letra mais conhecida do planeta. A música pode não ter criado um movimento nem representado uma geração, mas não tem que se atreva a dizer que um aniversário seria o mesmo sem o fatídico “parabéns”.

Cross Road Blues – Robert Johnson (1937)
Considerada um dos maiores clássicos do blues, “Cross Road” simboliza o enxuto, mas influente repertório de Robert Johnson. Idolatrado por Eric Clapton, Rolling Stones, Led Zeppelin, entre tantos outros, ele morreu aos 27 anos e deixou de herança 29 canções, o suficiente para marcar gerações de músicos não só de blues, mas de soul, rock, etc. Diz a lenda que Johnson vendeu a alma ao diabo em uma encruzilhada no Mississipi em troca do talento musical e que a simples letra de “Cross Road” (encruzilhada em inglês) poderia ser interpretada dentro deste contexto. Independentemente de ser verdade ou não, ela sintetiza o delta blues, movimento que consolidou o gênero na história da música.

Rock Around the Clock – Bill Haley (1954)
Ela não foi a primeira música de rock da história e seria só mais uma faixa no lado B de um disco. Mas eis que foi escolhida para a abertura e um filme (Blackboard Jungle), estourou nas rádios e acabou se tornando a responsável pela popularização do rock no mundo. O gênero mudou comportamentos, influenciou gerações e lançou um importante capítulo na história da música. “Rock Around the Clock” abriu portas para esta revolução e ainda hoje merece reverência nas pistas de dança.

Like a Rolling Stone – Bob Dylan (1965)
Um sucesso instantâneo quando foi lançada, em 1965, “Like a Rolling Stone” é considerada a música-símbolo do movimento de contracultura dos anos 60 e meados dos 70. Enquanto o rock ainda seguia o padrão de falar de temas leves, como garotas e juventude, Dylan fazia metáforas sobre problemas sociais e política. Isso numa época em que o movimento estudantil ganhava as ruas em protesto seja contra guerras, seja contra a ideologia reinante. Marcou a história da música e das ruas. A canção mereceu até o primeiro lugar em lista das melhores da história feita pela revista Rolling Stone americana com mais de 100 críticos.

Thriller – Michael Jackson (1982)

É a música que dá no me ao disco mais vendido da história (mais de 100 milhões de cópias). Só por isso, já mereceria espaço nesta lista. Mas seus louros não param por ai. É dela também um videoclipe divisor de águas na indústria do gênero, unindo roteiro, coreografia, figurino e, claro, música. Ele foi considerado o clipe mais influente da história em pesquisa feita pelo MySpace no ano passado. Thriller coroou Michael Jackson como representante do pop e um dos símbolos do imperialismo cultural americano na década de 80.

Por Maria Gomes para a SUPERINTERESSANTE

Anúncios

Um comentário sobre “8 músicas que marcaram a história

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s