V de Vida, V de Vício.

Chegou…
Ficou…
Criou raíz…
Agora já era!
Se estou junto, sofro.
Se fico sem, pioro.
É um misto de alegria e tristeza, presença e saudade, paz e inferno.
É a parte melhor da vida, mas também é a única que preciso esquecer.
Quando reúno os melhores momentos, percebo que ele esteve em todos eles.
Quando quero esquecer as piores situações, lembro-me que de alguma maneira ele fez parte delas.
Vício é uma coisa tão absurda e tão poderosa, que chega ao ponto de ditar o rumo da vida.
Todo mundo tem um vício. O que muda é a disposição em deixá-lo e em alguns casos, o seu nome.
O meu tem nome e fama: Havanna Alfajor… Agora fala para mim, tenho ou não razão em estar viciada?
Esse vício ainda me mata….
de alegria!

Fernanda La Salye
Ouvindo “Meaningless” – Anthony Evans

Anúncios

2 comentários sobre “V de Vida, V de Vício.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s